Notícias

Candidato à reeleição, senador sul-mato-grossense recebeu prêmio por sua atuação no Congresso Nacional todos os anos, como o de terceiro melhor parlamentar do Brasil em 2016.
Candidato à reeleição, senador Moka esteve em Brasília para reunião no Ministério do Planejamento onde acertou detalhes para elaboração da peça orçamentária do próximo ano.
Senador, que se reuniu com técnicos do Orçamento do Senado para definir procedimentos para discussão e votação, pretende discutir com o futuro presidente principais pontos da proposta para o próximo ano.
Premiação foi entregue pelo site Congresso em Foco, durante solenidade realizada em Brasília segunda-feira, dia 13, aos parlamentares que em 2018 se destacaram em várias áreas de atuação.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, uma doença é definida como rara quando afeta até 65 em cada 100 mil habitantes. No Brasil, existem cerca de 13 milhões de pessoas com algum tipo de enfermidade rara.
O projeto reconhece o direito dos pacientes diagnosticados com doenças raras aos cuidados adequados, o que inclui a provisão de medicamentos órfãos (aquele destinado ao diagnóstico, prevenção e tratamento).
Prefeito, vereadores e classe empresarial se mobilizaram contra a suspensão dos serviços no município, que devem ser mantidos depois de reunião em Brasília entre o parlamentar emedebista e o secretário Jorge Rachid.
De acordo com a proposta do senador sul-mato-grossense, o preso terá duas opções para ressarcir os cofres públicos: ou em forma de dinheiro ou com trabalho.
Relator do projeto na Comissão de Assuntos Econômicos, senador Moka explica que o texto apenas autoriza o Executivo a incluir o leite na política de preços mínimos.
Relator do projeto, senador Moka aponta o câncer como a segunda maior causa de mortalidade no Brasil, responsável por cerca de 15% dos óbitos anuais.
Relator do projeto, senador Moka diz que norma atual incentiva a existência de comportamentos oportunistas de uma minoria que acaba por prejudicar a grande maioria dos trabalhadores rurais.
Administradores divulgaram carta em que manifestam preferência pela pré-candidatura do parlamentar emedebista, destacando o comprometimento de Moka com as causas municipalistas e por sua conduta correta ao longo da vida pública.
Relator do projeto, senador Moka destacou importância da matéria em razão de o câncer ser a segunda maior causa de mortalidade no Brasil, responsável por cerca de 15% dos óbitos anuais.
Liberados por meio de articulação do senador sul-mato-grossense, recursos do Ministério da Saúde serão utilizados pelas prefeituras para pagamento de água, luz, manutenção e limpeza dos prédios.
Projeto foi apresentado pelo senador Moka e prevê a troca da placa com um idoso, curvado, segurando bengala por um mais simples apenas com desenho de uma pessoa com a palavra "Idoso + 60".
Página 1 de 31