Notícias

Senadores realizam sessão especial para lembrar centenário de nascimento do poeta, morto aos 97 anos em novembro de 2014, considerado um dos maiores autores da literatura brasileira.
Senadores e deputados federais do Estado e presidente da entidade reuniram-se nesta quarta-feira, no gabinete do senador Moka, em Brasília, onde discutiram questões de interesse das prefeituras
Matéria foi apresentada pelo senador sul-mato-grossense em conjunto com a senadora Ana Amélia e senador licenciado Walter Pinheiro, que agora segue para a Câmara dos Deputados.
Senador propõe alteração de uma lei de 1983 para dar maior proteção aos vigilantes de veículos que transportam valores, os quais têm sido atacados em estradas e rodovias do país por quadrilhas fortemente armadas.
Com aporte de recursos federais, Mato Grosso do Sul poderá incentivar a ampliação da área irrigada com tecnologia de primeiro mundo, reduzindo a dependência dos efeitos climáticos.
Governo federal investirá recursos na recuperação da pista que atingirá trechos dos municípios de Camapuã, Paraíso das Águas e Chapadão do Sul até a divisa com o Estado de Goías.
Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul entregou placa ao parlamentar, que também é médico, pela postura correta com que tem exercido os mandatos populares desde 1982.
Matéria está parada na Comissão de Constituição e Justiça desde setembro de 2015, quando foi apresentado pelo parlamentar com a finalidade de alterar a Lei de Execução Penal, segundo ele muito desatualizada.
Recursos foram viabilizados pelo senador Moka, que defende mais investimento das três esferas de governo em drenagem e saneamento básico para melhorar a vida da população e evitar doenças, especialmente entre as crianças.
Recursos foram viabilizados pelo senador Moka e serão utilizados para perfuração de poços em assentamentos da reforma agrária e áreas de agricultura familiar no Estado.
Prefeitos de Amambai e não tem Inocência, que deixaram o cargo no último domingo (1), destacaram trabalho conjunto com o parlamentar para realizar investimentos com recursos federais em suas gestões.
Recursos federais serão investidos em obras de saneamento básico, equipamentos para perfuração de poços em assentamentos rurais e projeto de educação ambiental para municípios de Mato Grosso do Sul.
Ministro da Educação, Mendonça Filho, assumiu compromisso com o senador Moka e o deputado Geraldo de liberar recursos para construção da unidade, cujo projeto está estimado em R$ 35 milhões.
Área da integração nacional, responsável por conduzir política de irrigação e realizar obras contra a seca, de infraestrutura hídrica e prevenção a desastres terá dotação de R$ 4,3 bilhões, além do valor das emendas propostas pelos parlamentares.
Senador sul-mato-grossense obteve 480 pontos no ranking, com destaque para a qualidade dos projetos apresentados, inexistência de processos judiciais e participação na vida pública do país.